Parapente

CURSO DE VOO EM PARAPENTE / PARAGLIDER EM CAMPINAS e PAULÍNIA -SP

Meu nome é Alexandre Lustosa (apelido "TAZZ"), instrutor de voo em paraglider credenciado pela ABP- Associação Brasileira de Parapente e pela CBVL- Confederação Brasileira de Voo Livre.

A TAZZnoAr é uma escola de voo livre localizada em Campinas-SP.

Nosso curso se compõe de aulas teóricas e práticas.

As aulas teóricas (aproximadamente 15 horas).

A parte prática inicial (controle de vela no solo) é realizada e Paulínia-SP (ao lado do Teatro Municipal).

Após alcançada determinada proeficiencia do aluno, passamos a realizar a parte prática em morrote e rampa de decolagem na cidade de São Pedro-SP.

A duração do curso depende muito de cada pessoa.

O tempo do curso varia entre 6 meses a 1 ano, conforme época do ano em que se iniciam as instruções, condições meteorológicas e o desenvolvimento psicomotor/técnico do aluno.

Geralmente o aluno decolará de uma rampa de voo sozinho após 15 horas de aulas teóricas acrescido de 20 a 30 horas de treino em terreno plano e morrote (aproximadamente dois meses - treinos práticos realizados durante finais de semana) e voo duplo de instrução.

Ao iniciar o voo solo o aluno ainda será acompanhado/orientado por instrutor em 50 voos, somente após todos esses pré-requisitos o aluno será considerado formado.

*Para se formar piloto será necessário o seguinte investimento:

1) Curso de Voo Livre em paraglider R$3.500 (á vista) ou 3X de R$1.250 = R$3.750 (nesses valores já está incluído todo o material didático).

2) Durante o curso o aluno deve adquirir seu próprio material de voo (valor entre R$8.000 a R$16.000, variando o valor entre material usado e novo).

3) Custo de deslocamento e alojamento para os treinamentos e voos fora de Campinas.

4) Filiação ao Clube São Pedro de Voo Livre (R$320 a anuidade) e a ABP - Associação Brasileira de Parapente (R$70 a anuidade + R$270 EAD) ou a CBVL - Confederação Brasileira de Voo Livre (R$120 a anuidade).

Nossa escola procura manter um elevado padrão de ensino-aprendizagem, pelo fato de limitarmos o número de alunos realizando o curso no mesmo período, praticamente o piloto tem "aulas particulares" durante toda sua formação.

O aluno deve adquire seu material de voo, porém a escola disponibiliza equipamento, com segurança compatível com o nível do aluno durante as aulas iniciais.

A TAZZnoAR presta toda a assessoria, necessária ao aluno, na compra de seu equipamento, não cobrando nada por esse apoio.

Mais do que um curso que lhe ensinará a arte de voar, você realmente entenderá o significado de uma outra dimensão... um estilo de vida, a realização do sonho de voar como os pássaros! Com segurança e responsabilidade!

*Conheça agora o conteúdo do curso e o que a TAZZnoAR oferece:

*Aulas teóricas

São elas que lhe darão o embasamento de um voo seguro, acontecem em paralelo com as aulas práticas e todos alunos devem cumprir o conteúdo completo:

Alguns tópicos:

- A conduta do piloto e de seu ego no esporte.

- Conhecendo materiais e suas composições: Vela, Selete, Reserva e Eletrônicos.

- Perfil, carga alar, sustentação, arrasto e ângulo de ataque

- Densidade do Ar e Pressão Atmosférica

- Vento relativo

- Camadas da atmosfera terrestre

- Causas do Vento

- Turbulência

- Lift

- Nuvens

- Básico sobre térmicas

- Assimétrica

- Front

- Parachutagem

- Full stoll

- Navegação

- Térmica

- Aproximação e pouso

*Aulas práticas

- Como equipar e conectar o equipamento corretamente e realizar um roteiro de “Check” antes da decolagem. Os cuidados antes de ir para a rampa, na rampa e após o pouso.

- Inflagem Reversa e Alpina

- Controle Reverso e Alpina (10 seg)

- Controle de Pêndulo Reverso e Alpino

- Inflagem Reverso com Vento Forte

- Slalon com e sem Obstáculos

- Decolagem

- Subir o morrinho com controle Reverso e Alpino

- “Andar e Parar” com Controle Reverso e Alpino

- Controle de “Estol”

- Lançar o reserva (no chão e tirolesa para entender a sistemática)

- Atitude na decolagem e pouso controlando corretamente a vela em todas as fases da decolagem, voo e pouso.

- Cuidados com o equipamento de voo para aumentar a vida útil e ter o material usado em condições de segurança.

- O uso do rádio em voo.

- Navegação

- Lift

- Térmica

- Aproximação e pouso

- Básico sobre térmicas

- Assimétrica

*Material didático a disposição do aluno:

Livro Parapente Iniciação (fornecido ao aluno), Livros, apostilas, filmes, grupos de discussão e web.

*Voo duplo de instrução

A TAZZnoAR oferece voos duplo de instrução, sem custo algum para o aluno.

*Acompanhamento por no mínimo 50 voos de instrução

Onde desenvolveremos muitas da suas habilidades do voo, nessa fase você só poderá voar acompanhado de seu instrutor, a falta dessa observação o desligará sumariamente do curso sem direito a ressarcimento de qualquer valor.

*Voos em 3 picos diferentes

Sempre que as condições meteorológicas permitirem apresentaremos 3 locais de voos diferentes, por exemplo: São Pedro, Torrinha, Atibaia, Serra Negra, Socorro, Andradas, Pico Agudo entre outros.

-Obs.: Todas as despesas de transporte, alimentação, hospedagem entre outras são por conta de cada piloto.

*Associações:

Todo piloto deverá se associar a ABP  ou CBVL e ao Clube que irá frequentar, indicamos o CSPVL - Clube São Pedro de Voo Livre.

*Duração aproximada do curso em torno de 6 meses a 1 ano, podendo variar de acordo com a habilidade e coordenação de cada aluno. Porém exige-se uma dedicação e constância nas aulas, um numero excessivo de faltas desligará o aluno, sem direito a ressarcimento do valor pago.

*Pré requisitos do aluno:

Condicionamento físico compatível com a atividade,

Ter a CNH válida para condução de carro ou moto.

*As aulas acontecem de 3 formas:

Aulas teóricas

Aulas práticas iniciais em Campinas/Paulínea.

E depois em São Pedro para lapidação de decolagens e pouso.

*Aguardamos seu contato... bons voos!

 -Obs: É prerrogativa do Instrutor a decisão de treinar ou não o aluno. O pretendente a piloto necessita ter alguns pré-requisitos físicos, psicológicos e cognitivos. O Instrutor poderá solicitar exames complementares médicos e/ou psicológicos a qualquer momento.

 

AS DIFERENTES CATEGORIAS DO VOO DE PARAPENTE:

O voo de ascendente dinâmica

Popularmente chamado de voo de lift pelos pilotos, este tipo de voo é praticamente o mais comum, mais fácil e praticado no mundo todo. Consiste em aproveitar o desvio para cima que o vento faz ao passar por uma montanha e utilizar a corrente ascendente resultante para permanecer voando sem perder altura. Uma vez que está ventando, a velocidade em relação ao solo é muito baixa, tornando o voo de lift muito suave e agradável.


O voo de térmica

Este tipo de voo utiliza as bolhas de ar quente geradas pelo contato do sol com o chão que sobem por serem menos densas que o ar ao seu redor. As térmicas são como grandes tubos de ar quente subindo até se transformarem em nuvens cúmulos, aquelas que parecem tufos de algodão no céu.


O voo de Cross Country

O XC é o voo de longa distância. Consiste em subir o máximo utilizando as térmicas para partir numa determinada direção procurando voar o mais longe que for possível. Não é nada fácil fazer voos de Cross Country. A maioria dos pilotos passa praticamente toda sua vida de voador se aperfeiçoando para conseguir fazer um voo mais longo e sempre aparece alguém que consegue ir mais longe ainda.


Voo Bivouac

Este tipo de atividade consiste em fazer um voo de cross country procurando voar a maior distância possível e finalmente pousando de preferência sobre o topo de uma montanha. O piloto então acampa no local de pouso, passa a noite por lá e decola novamente no dia seguinte para continuar sua jornada e assim consecutivamente por muitos dias até percorrer, por exemplo, toda a extensão dos Alpes Suíços.


ACRO (voo de acrobacia)

Diferente das outras categorias que consistem em utilizar o parapente com meio de transporte, o ACRO consiste em efetuar manobras aparentemente impossíveis e de alta periculosidade. Certos tipos de espirais capazes de gerar vários G’s (1 G é o peso do piloto que quando associado a força centrífuga, multiplica-se várias vezes), wingovers (que são curvas de enorme inclinação – mais de 135° às vezes), inversões, loopings (onde o piloto passa literalmente por cima do velame), os sensacionais helicópteros (que é uma complexa manobra onde o piloto faz o parapente rodar como as hélices de um helicóptero sobre sua cabeça), e outras mais, todas elas manobras extremamente complexas que exigem anos de prática para serem executadas. 

Voo Duplo

Feito com um parapente especial, muito maior que o normal, o duplo permite que se leve uma ou mais pessoas (mais raro) junto para que esta experimente as sensações do voo de parapente sem que para isto precise frequentar um curso e aprender a voar.


Como se vê, o parapente é para todos os gostos, seja ele um simples curtir da paisagem com a suavidade do ar acariciando sua pele; até impressionantes acrobacias que elevam a adrenalina ao máximo; passando por incríveis travessias aéreas por quilômetros e quilômetros sem fim; ou mesmo levar sua namorada ou um amigo para dar uma voltinha.

 

center fwB||||||news|c05 normalcase uppercase fwR|b01 c05 bsd|login news c05 normalcase uppercase|c05 tsN normalcase uppercase|c05|||